Após ser vaiada em um evento, Preta Gil conta que começou a estudar para ter consciência racial


Na conversa com Gabriela Prioli, Preta Gil contou que vaias recebidas durante uma palestra sobre o empoderamento da mulher negra foi um divisor de águas na sua vida. “Em um dado momento, contando a história da minha vida, eu falei ‘sou uma típica mulata brasileira’”.  

Sem entender a reação da plateia, Preta ouviu uma explicação da apresentadora Rita Batista. “A Rita falou ‘Mulata é uma palavra extremamente racista. Mulas eram as escravas que era estupradas pelos seus donos. Os filhos que nasciam dessas ‘mulas’ eram chamados de ‘mulatos’, que era essa mistura do homem branco com a mulher negra’”. 

A partir desse dia, ela decidiu que iria começar a estudar para ter consciência racial. 

Confira o episódio completo: 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Após ser vaiada em um evento, Preta Gil conta que começou a estudar para ter consciência racial no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.