Carille minimiza arbitragem confusa em empate do Santos com Guarani


Lance de pênalti que gerou empate do Bugre rendeu polêmica neste domingo (6) no Brinco de Ouro pelo Paulistão

O Santos ficou no empate com o Guarani por 1 a 1 neste domingo no Brinco de Ouro, pelo Campeonato Paulista. Um resultado marcado muito por um lance polêmico da arbitragem durante o segundo tempo do duelo.

Este lance foi o gol de empate do Bugre. Lucão do Break cobrou pênalti, João Paulo defendeu e Yago fez no rebote. Mas a arbitragem inicialmente deu tiro livre indireto devido à invasão da área de um jogador bugrino durante a cobrança. Mas como um atleta do Peixe também invadiu a área, a cobrança foi novamente feita depois de muita discussão entre o árbitro e o VAR.

Mas Fábio Carille preferiu não creditar o empate à arbitragem. O treinador santista decidiu lamentar o fato de que sua equipe teve dois tempos distintos dentro de campo, com a segunda etapa aquela em que seu time não conseguiu criar chances importantes para tentar a vitória.

“Foram dois tempos bem diferentes. Eu gostei do primeiro e o segundo, eu não consegui entender bem porque caiu. Se foi pela arbitragem, estamos errados. Isso não pode nos influenciar. Ficamos abaixo”, declarou Carille na coletiva.

Ao contrário da vitória sobre o Corinthians, em que o Santos teve grandes momentos de pressão em cima do rival, neste domingo quem trabalhou mais foi João Paulo, com o goleiro santista fazendo grandes defesas e salvando o Peixe de tomar até mesmo a virada em Campinas.

“Contra o Corinthians, conseguimos bloquear bem e, hoje, deixamos a desejar. Ficamos desprotegidos. Jogadores levando o time de fora para dentro e conseguindo finalizar. Por outro lado, faltou um pouco de disputa melhor, todas as bolas ficaram com o Guarani. Segundo tempo foi abaixo, mas estamos na crescente”, declarou.

Carille minimiza arbitragem confusa em empate do Santos com GuaraniTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.