Chapecoense tem pedido de recuperação judicial aceito; dívida passa dos R$ 100 milhões


Chape revelou em coletiva sobre processo para se readequar financeiramente; vice compara momento do clube com ‘doença muito grave’

A Chapecoense vive uma situação complicada internamente, com vários problemas de ordem financeira e dívidas milionárias. Com isso, o clube decidiu ir à Justiça para pedir a recuperação judicial, o que foi aceito.

Nesta sexta-feira (4), a diretoria da Chape deu entrevista coletiva e revelou os detalhes do pedido para recuperação judicial feito pelo clube, este deferido pelo juiz Ederson Tortelli, da 1ª Vara Cível da Comarca de Chapecó, na qual definiu várias medidas para tentar sanar as finanças da equipe.

O vice-presidente administrativo e financeiro do clube, Luiz Peruzzolo, afirmou que o Verdão do Oeste vive uma situação comparável a uma ‘doença muito grave’ e que a entrada na Justiça para tentar se reorganizar financeiramente é o ‘remédio amargo’ que o clube tem de tomar.

“A Chapecoense padece de uma grave doença, temos uma doença muito grave. Estamos vegetando. Infelizmente, para toda doença, o remédio é muito amargo. E, muitas vezes, temos que usar tratamentos especiais”, afirmou Peruzzolo.

A dívida que o clube tem é de mais de R$ 100 milhões e a situação das finanças do clube já se mostrava problemática em 2021. Quem também falou sobre o caso foi Alex Passos, vice de marketing, que citou o apoio dos dirigentes para tomar a decisão de pedir na Justiça sua recuperação judicial.

“É um longo caminho, tomamos essa decisão agora, mas tem toda uma estruturação e planejamento. Tivemos apoio expressivo do Conselho Deliberativo”, declarou Passos.

Decisão suspenderá execução de dívidas e possíveis penhoras na Chapecoense

Ao aceitar o pedido da Chape, o juiz Ederson Tortelli determinou uma série de decisões ligadas ao clube para serem tomadas durante um período de 180 dias. Nelas e incluem a suspensão de execução de dívidas do clube e também do curso da prescrição das obrigações do devedor.

Além disto, o deferimento da recuperação judicial também impedirá que haja a penhora de bens ou de receitas do clube por este período. Os próximos passos durante este processo ainda devem ser definidos para a reorganização financeira do clube.

Chapecoense tem pedido de recuperação judicial aceito; dívida passa dos R$ 100 milhõesTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.