Neymar recebe “convite” para jogar no Corinthians e revela “pressão” para jogar no clube


Craque contou que um dos seus “parças” quer sua presença no Timão

Promovendo seu documentário na Netflix, Neymar concedeu uma rápida entrevista aos apresentadores do “PodPah”. Dessa forma, o atacante do PSG recebeu um “convite” para jogar com a camisa 10 do Corinthians, vindo de Igão, torcedor do clube. Revelando que um dos seus melhores amigos, Gil Cebola, também possui o mesmo desejo, o astro do PSG apenas brincou com a situação.

”(Risos) O Gil que fala muito disso. O Gil é corintiano”, disse.

Falando mais sério, Neymar avaliou a responsabilidade de liderar a atual geração do Brasil. Mesmo lidando com críticas, o craque minimiza o peso que é colocado em seus ombros. Sendo assim, a prioridade é fazer o que ele sabe de melhor em campo, com os resultados vindos de forma natural.

“Queria ser um jogador profissional, realizar sonhos, jogar no Santos, na seleção brasileira, no Barcelona, no PSG… Queria jogar em clubes grandes da Europa. Era meu sonho, e eu conquistei isso. Batalhei muito para chegar até aqui’. Quando me jogam esse peso, se eu sonhei em chegar até aqui, que peso? Se é o que sei fazer, jogar futebol. Se é minha família, meus amigos, meu país torcendo por mim. Não tem coisa melhor do que isso. Quando eu penso nessas coisas, ‘nossa, deve ser um peso do c… jogar uma Copa do Mundo, ser o camisa 10′. Não, eu estou ali para isso. Jogo futebol porque eu amo, é minha família, meus amigos, torcedores me apoiando. Isso me dá uma chama que me faz crescer e querer mais. Isso me ajuda mais do que atrapalha’‘, contou.

Recordando o título das Olimpíadas de 2016, Neymar afirmou que precisa chamar a responsabilidade em momentos decisivos. Por conta disso, sua postura é de jamais colocar a culpa nos companheiros após um resultado negativo, algo que demonstra o nível de amadurecimento do jogador.

“Gosto de chamar a responsabilidade, ter esse peso nas costas… De que as pessoas dependam de mim, sabe? Eu gosto disso. Nasci para isso, me tornei jogador de futebol por causa disso, para ser o cara que chama a responsabilidade, carrega o piano. Quando as coisas derem errado, eu bato no peito e falo: ‘Pode deixar, a culpa é minha’. E pronto acabou. Igual foi nas Olimpíadas. Em uma das primeiras entrevistas falei: ‘Eu sou um dos mais velhos, se der m**, pode jogar nas minhas costas e acabou’. Eu gosto de assumir responsabilidades”, expressou.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Podpah (@podpahpodcast)

LEIA TAMBÉM

Complicou! Neymar sofre derrota na Justiça em briga sobre imóvel

Jornalista chama Neymar de ‘coadjuvante’ e dispara: “Brilhou na bota do Messi no Barcelona”

Guardiola é “grande admirador” de Neymar: “É o que mais se aproxima de Messi”

Neymar comenta sobre novo documentário e desabafa: “As pessoas que me conhecem de verdade sabem como sou”

Mauricio Souza diz que Flamengo fez “projeto” para jogador do elenco voltar a render

Reviravolta? Após negociar com o América-MG, Fábio fica próximo de acerto com gigante do Brasileirão

Cavani, Soteldo e mais: 8 gringos especulados para jogar na Série A em 2022

Vem pro Corinthians? Suárez se aproxima de acerto com novo clube

 

Neymar recebe “convite” para jogar no Corinthians e revela “pressão” para jogar no clubeTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.