Guardiola mostrava jogos de três clubes brasileiros para atletas do Bayern; saiba quais


Aniversariante do dia, o técnico catalão Pep Guardiola, entretanto, não gostava de algumas práticas de times do Brasileirão

O catalão Pep Guardiola completa 51 anos de idade nesta terça-feira (18). Apaixonado pelo futebol brasileiro, o técnico do Manchester City, da Premier League, usava vídeos de times da Série A durante a passagem pelo Bayern de Munique, de acordo com o lateral-direito Rafinha, que jogou na equipe bávara.

“Cansou de mostrar em preleção vídeo de jogo do Brasil. Porque ele pegava uma jogada que a bola saía do lateral-direito para chegar no lateral-esquerdo. A bola começava na direita, ia para um zagueiro, depois para outro zagueiro e depois para o lateral. Essa transição passou por quatro jogadores e perdeu tempo”, disse Rafinha, em 2019, ao Fox Sports.

“O Guardiola vê muito jogo do Brasil e mostrou muitas vezes. Mostrava de Corinthians, de Atlético-MG, na época que o Ronaldinho estava lá. Ele acompanhava bastante também o Cruzeiro. Não era uma crítica dele, mas o futebol brasileiro é assim. É difícil ver um lateral virando uma bola, aqui na Europa é muito mais rápido”, completou Rafinha.

Guardiola é apaixonado pela Seleção de 1982

Apesar de não ter vencido a Copa do Mundo de 1982, a seleção brasileira de Sócrates e Zico marcou muitos torcedores que acompanhavam a competição. Guardiola é um deles. Durante evento XP Investimentos no Brasil, o técnico do Manchester City exaltou a qualidade do elenco de Telê Santana.

“Estamos aqui para ganhar títulos, como em toda empresa. Se não, nós fecharíamos. Mas, no esporte, há emoção. Um jogador, uma equipe, pode gerar emoção para milhões de pessoas. Em 82, eu era pequeno, estava na Catalunha, com a Copa acontecendo, e lembro que todo o povo estava com o Brasil. Ninguém era brasileiro”, disse o catalão.

“Por quê? Porque gostavam daquele time. Zico, Jorginho, Falcão, Cerezo… O povo torcia para o Brasil. Perderam, a Itália foi campeã… Mas é como a Holanda de 1978, não ganhou, mas todo mundo lembra mais do que a campeã. Porque produzem emoção”, continuou Guardiola.

“Quando você consegue isso e ainda é campeão, nossa, é genial. Mas lembro do Brasil de Pelé também, de Garrincha, o Brasil sempre foi pioneiro no futebol e sempre vai ser. Quando um jogador para, vem cinco que são melhores ainda que o anterior. Tive muita sorte de ser companheiro e treinar muitos brasileiros. São pessoas que amo”, completou o treinador.



LEIA TAMBÉM:

Guardiola no comando da seleção brasileira? Veja o que ele já disse sobre a ideia

Guardiola é “grande admirador” de Neymar: “É o que mais se aproxima de Messi”

Flamengo domina! Veja o time de coração dos integrantes do BBB 22

James e Isco no Flamengo, Diego Costa no Palmeiras e mais: veja as notícias de hoje (17)

Acidente na Copinha, crise com Messi no PSG e fim da ESPN Brasil: veja o que agitou o final de semana

Seleção mira 46 jogadores para a Copa do Mundo: “Não tem caixinha fechada”

Tite diz que Coutinho está “retomando o melhor nível” e justifica convocação

Tite surpreende e opina sobre técnicos estrangeiros no Brasileirão: “Olha o histórico”

Guardiola mostrava jogos de três clubes brasileiros para atletas do Bayern; saiba quaisTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.