Martinelli, Veiga, Lucas Moura… quem espera chance de Tite na seleção


A convocação de Tite para os jogos da seleção brasileira contra Equador, em 27 de janeiro, e Paraguai, em 1º de fevereiro, realizada na última quinta-feira, 13, não teve nenhum nome muito surpreendente. Todos os 26 jogadores lembrados na lista já haviam sido chamados recentemente, o que é até natural faltando menos de um ano para a Copa do Mundo do Catar. Ainda assim, a ausência de alguns atletas que aguardam oportunidades neste ciclo com o treinador agitou a torcida nas redes sociais.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Um dos nomes mais lembrados foi o de Gabriel Martinelli, do Arsenal. O atacante vive bom momento na temporada, com quatro gols e duas assistências nos últimos nove jogos da Premier League, mas encara uma concorrência pesada pelas pontas. Jogadores como Gabriel Jesus, Vinícius Júnior, Raphinha, Antony e Rodrygo estão hoje à frente do jovem de 20 anos na hierarquia da seleção.

Outro em situação semelhante é Lucas Moura, do Tottenham. Aos 29 anos, ele não é nenhum novato em termos de seleção – convocado pela primeira vez em 2011, tem 35 jogos pelo time principal, com quatro gols marcados. Mas seu último jogo com a amarelinha foi em outubro de 2018, contra a Arábia Saudita. Mesmo com seis gols e cinco assistências na atual temporada, parece longe dos planos de Tite.

Continua após a publicidade

Raphael Veiga, meia do Palmeiras, foi outra ausência bastante lembrada por torcedores, especialmente porque Tite chamou dois meias que não vivem grande momento: Everton Ribeiro, que terminou o ano passado com atuações irregulares pelo Flamengo, e Philippe Coutinho, que acabou de trocar o Barcelona pelo Aston Villa, da Inglaterra, e não joga há um mês. O atleta alviverde, de 26 anos, nunca foi convocado.

Daniel Alves e Philippe Coutinho voltaram a ser chamados por Tite –Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação

O lateral Vanderson, que jogou a temporada passada pelo Grêmio e foi recentemente vendido ao Monaco, da França, é outro nome que está no radar do treinador, mas ainda não recebeu oportunidades. Mesmo com o titular Danilo machucado, o atleta de 20 anos foi preterido por Emerson Royal, do Tottenham, e pelo veterano Daniel Alves, recém-chegado ao Barcelona e homem de confiança de Tite.

Outra ausência foi Arthur Cabral. O centroavante de 23 anos faz temporada espetacular pelo Basel, da Suíça, com 27 gols e oito assistências em apenas 31 jogos. Ele chegou a ser chamado no ano passado após lesão de Matheus Cunha, do Atlético de Madrid, mas não entrou em campo. Desta vez, Tite preferiu manter Matheus e o elogiado Gabigol, do Flamengo, como opções para o comando do ataque.

O Brasil já está classificado para a Copa do Mundo e tem mais quatro rodadas das Eliminatórias para disputar, com possibilidades para Tite testar novos cenários e definir vagas que ainda estão em aberto. Depois, o time ainda deve fazer mais cinco amistosos no ano antes da convocação final em busca do hexa. O Mundial do Catar será disputado em novembro e dezembro. Teremos surpresas até lá?

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.