Grêmio arcará parte do salário de Everton no Cuiabá e manterá 10% dos direitos após fim do contrato


Saída de Everton Cardoso vai representar economia milionária ao Grêmio na temporada 2022

Contratado em agosto de 2020 após passagem sem brilho pelo São Paulo, Everton não rendeu o esperado no Grêmio. Desde então, ele acumulou críticas da torcida e foi afastado pela diretoria no decorrer da última temporada. Por isso, teve sua saída facilitada para o Cuiabá.

O Torcedores.com apurou que o Grêmio vai arcar com parte do salário do jogador que foi emprestado ao Cuiabá até dezembro de 2022. Os vencimentos de Everton estão acima do teto financeiro estipulado pelo Dourado que neste ano irá disputar a Copa Sul-Americana.

Everton chegou a Porto Alegre na negociação que envolveu a ida do atacante Luciano para o São Paulo. Na época, o técnico Renato Gaúcho foi o maior entusiasta da contratação do jogador que venceu o Campeonato Brasileiro de 2009 pelo Flamengo.

Apesar do status de titular absoluto, Everton nunca caiu nas graças do torcedor tricolor. Além disso, foi rotulado como um dos símbolos do fracasso do Grêmio que culminou no rebaixamento do time para a segunda divisão.

Ainda segundo apurou a reportagem, Everton ganhava R$ 500 mil por mês no Grêmio. Sua permanência geraria um custo R$ 6 milhões até o fim da atual temporada. Ou seja, o valor é incompatível para um clube que vai disputar a Série B do Campeonato Brasileiro em 2022.

Como não tem interesse em renovar e o Grêmio não tem como diminuir o salário, porque a lei do trabalho não permite, a diretoria tricolor resolveu abrir mão do atleta. No entanto, o clube vai manter 10% dos direitos após o empréstimo visando uma negociação futura.

Os números de Everton no Grêmio                                                     

Antes de mais nada, Everton defendeu o Grêmio em 33 partidas, tendo sido titular em apenas 10, e marcou dois gols. Sua última partida pelo Tricolor Imortal foi em 13 de outubro de 2020, na derrota por 1 a 0 para o Fortaleza, pela 26ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Desde então, nele não atuou mais pelo Grêmio. Pelo clube gaúcho, Everton conquistou o Campeonato Gaúcho (2020 e 2021) e a Recopa Gaúcha (2021). Ao longo da carreira, passou por Paraná, Botafogo, Athletico Paranaense, Flamengo, São Paulo, Tigres (MEX) e Suwon Blue Wings (COR).

LEIA MAIS: 

Douglas Costa no Atlético-MG: negociação é complexa, mas diretoria não descarta tenta-lo para 2022 

Boca Juniors busca informações sobre Miguel Borja, mas esbarra em alto salário 

Grêmio vai tentar acordo amigável para se livrar de Everton Cardoso em 2022; entenda 

Jean Pyerre no Fluminense? O que nós sabemos sobre o interesse do clube no jogador do Grêmio

Santos recusou Endrick? Garoto foi oferecido, mas o Santos diz que não tinha como concorrer com a proposta do Palmeiras 

Richarlyson, ex-São Paulo, é anunciado como novo comentarista da Globo 

Atlético-MG recebe proposta da Itália por Nathan Silva; veja os detalhes 

Mercado da Bola: Flamengo pode fechar a saída de mais um jogador para 2022

Grêmio arcará parte do salário de Everton no Cuiabá e manterá 10% dos direitos após fim do contratoTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.