CBF indica eleição de novo presidente da entidade para janeiro


Assembleia se reunirá para manter suspensão de Rogério Caboclo e procedimentos para eleger mandatário da CBF

A CBF terá um novo presidente a partir de janeiro. O mandatário em exercício da entidade, Ednaldo Rodrigues, anunciou que a Assembleia Geral irá se reunir já no começo de 2022 para decidir quem cumprirá o restante do mandato de Rogério Caboclo

Ao GE, durante a entrega do prêmio da Confederação aos melhores do Brasileirão, o dirigente afirmou que a Assembleia irá se reunir não apenas para poder decidir o novo presidente, mas também para votar a punição da Comissão de Ética sobre Rogério Caboclo. Afastado do cargo pelas acusações de assédio contra funcionárias e um dirigente, o dirigente pode ver sua punição (esta até março de 2023)  confirmada pelo colegiado, o que forçaria a realização de um novo pleito.

Ednaldo revelou que havia a intenção de que o órgão se reunisse nas últimas semanas de 2021. Mas o calendário de eventos nos próximos dias e o recesso de final de ano inviabilizariam uma votação da suspensão de Caboclo e a consequente nova eleição.

“Não teria condições de fazer a Assembleia esse ano, pois poderia ficar sem foco e não ter os 27 presidentes de Federações. E essa Assembleia tem que acontecer com a mais completa lisura e competência. Em janeiro, no momento em que for oportuno, para que todos possam participar. Primeiro, da ratificação da punição imposta pela Comissão de Ética. E, depois, do processo eletivo”. explicou o presidente em exercício da CBF e ex-mandatário da Federação Baiana.

Desta eleição para cumprir o restante do mandato de Caboclo, apenas os oito vice-presidentes da eleição de 2018 podem participar. O próprio Ednaldo Rodrigues já se colocou como candidato, mas Gustavo Feijó, este ex-presidente da Federação Alagoana, também quer concorrer ao cargo.

“Sempre coloquei como pessoa de unidade, de conciliação e de buscar sempre o diálogo. Não serei um empecilho se existir um desejo de unidade, mas meu nome continuará sendo colocado por federações e clubes. E não é diferente para outros colegas”. disse Ednaldo.

Antes da eleição, no entanto, há a votação da ratificação da punição a Rogério Caboclo. Dentro das federações, os dirigentes estariam apresentando cautela sobre falar em relação a eleições antes de que a suspensão do presidente afastado seja mantida também na mesma Assembleia.

LEIA TAMBÉM

Cruzeiro espera votação por avanço em investidores na SAF, diz parceiro

Mercado da bola: São Paulo vai apostar em elenco “bom e barato” para 2022

Jorge Jesus valoriza carinho do Flamengo e admite incômodo no Benfica: “Isso nunca aconteceu”

Luis Fabiano anuncia aposentadoria: “Lutei muito contra o meu corpo, mas essa batalha eu não venci”

VAR no Brasileirão: veja os times mais “favorecidos” na Série A em 2021

Gabigol revela qual é o maior sonho de sua carreira e surpreende

Torcida do Grêmio publica nota, isenta Renato de culpa e pressiona Bolzan com duas “obrigações” para 2022

Atlético-MG demite atacante preso por agredir a namorada

 

CBF indica eleição de novo presidente da entidade para janeiroTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.