Na mira do Flamengo, Marcelo Gallardo tem comissão técnica “gigante” desde 2012; conheça os nomes


Marcelo Gallardo tem contrato como River Plate até o fim da atual temporada

A chegada de Marcelo Gallardo pode ser o primeiro passo da diretoria reformular a comissão técnica do Flamengo. Após as demissões de Renato Gaúcho, Alexandre Mendes e Marcelo Salles, a expectativa é que outros profissionais sejam desligados até o fim deste ano.

O Torcedores.com apurou que diversos profissionais da atual comissão técnica ainda não sabem se irão permanecer no Flamengo. O clima de incerteza tomou conta do departamento de futebol nos últimos dias.

Fato é, que, independentemente de quem for contratado, os dirigentes entendem que é uma excelente oportunidade para “limpar a área”, segundo disse um funcionário, que vive o dia do clube, à reportagem.

Caso venha a comandar o Flamengo na próxima temporada, Marcelo Gallardo não pretende abrir mão dos profissionais que formam sua comissão técnica fixa desde 2012. Juntos, conquistaram 14 títulos somadas passagens por Nacional-URU e River Plate-ARG.

Nesse ínterim, venceram a Recopa Sul-Americana (2015, 2016 e 2019), Copa Libertadores da América (2015 e 2018), a Copa Sul-Americana (2014), a Copa Suruga Bank (2015), a Supercopa da Argentina (2018 e 2020), o Campeonato Argentino (2021), a Copa da Argentina (2016, 2-17 e 2019) e o Campeonato Uruguaio (2012). O Torcedores.com mostra quem faz parte do time do argentino. Confira!

Matías Biscay –  Auxiliar técnico

Ex-zagueiro do River Plate, ele é da mesma geração que revelou Marcelo Gallardo. Após pendurar as chuteiras, fez o curso UEFA Pro na Argentina. Desde então se tornou o “braço direito” do treinador. Posteriormente, visitaram diversos clubes da Europa. A parceria continuou quando “El Muñeco” iniciou sua trajetória no Nacional e teve sequência no River Plate. É considerado o estrategista da comissão técnica.

Hernán Burján – Auxiliar técnico

Ex-volante do River Plate, também surgiu para o futebol atuando ao lado de Marcelo Gallardo. Porém, pendurou as chuteiras após passar por clubes menores do futebol argentino. Em 2012, foi convidado pelo treinador para trabalhar no Nacional. É o responsável por montar os treinos táticos da equipe.

César Zinelli – Auxiliar técnico

É funcionário do River Plate desde 2012. Nesse ínterim, foi o coordenador de captação do clube. E mais tarde foi promovido a coordenador geral das divisões de base. Posteriormente, foi puxado por Marcelo Gallardo para integrar a comissão técnica em 2014. Nesse ínterim, passou a ser responsável por lapidar os ídolos Gonzalo Montiel e Exequiel Palacios.

Pablo Dolce – Preparador físico

Com passagem por clubes da Argentina, México e Uruguai. Pablo Dolce é o chefe da preparação física do River Plate. Além disso, é conhecido pelo papel de liderança e na motivação do elenco. Seu trabalho é pautado em buscar gatilhos emocionais para contornar crises e incentivar ainda mais os atletas.

Diego Gamalero – Preparador físico

Foi preparador físico da seleção da Costa Rica na Copa do Mundo de 2014. Nesse ínterim, virou referência em trabalhos voltados para a resistência, força e ganho de massa muscular. Iniciou a carreira no esporte atuando em clubes de rúgbi. Posteriormente, trabalhou em clubes da Argentina, Chile e Uruguai.

Alberto Montes – Preparador de goleiros

Ex-goleiro do River Plate, foi reserva de Ney Pumpido, na conquista da Copa Libertadores da América de 1986. Posteriormente, venceu inúmeras vezes o Campeonato Argentino. É, portanto, uma lenda no clube. É considerado um dos melhores preparadores de goleiros do futebol argentino. Afinal, formou Germán Lux e Franco Armani.

Nahuel Hidalgo – Analista de desempenho

É responsável por auxiliar nos treinamentos e na preparação para as partidas. Além disso, é responsável por traçar as estratégias para os jogos. Considerado “fominha”, Nahuel assiste a todos os jogos antes de compilar os relatórios para Marcelo Gallardo. Tem papel importante na comissão técnica por ser o “cara” da tecnologia.

Sandra Rossi – Médica

Formada nos Estados Unidos, é especialista em neurociência, biomecânica e psicologia de alto rendimento. E, portanto, considerada peça fundamental na comissão técnica de Marcelo Gallardo por forjar a “mentalidade vencedora” do elenco. Conhecida como “La Mamá de River” (a mãe do River), comandou a reestruturação do departamento médico do River Plate em 2014.

Pablo Nigro – Psicólogo

É a grande responsável por essa força ganhadora que o River Plate tem hoje. Afinal, ele conseguiu conscientizar o time a não jogar de forma apavorada. E também e não corre de qualquer jeito, mesmo em situações adversas. Além disso, a equipe não fica desesperada em campo mesmo quando está atrás no marcador. O objetivo da presença do dele é a “implementação da cultura de mentalidade campeã”. 

LEIA MAIS: 

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato 

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato 

Conheça Juan Luís Berros, empresário de Marcelo Gallardo alvo número 1 do Flamengo 

Veja os números e o desempenho de Maurício Souza, técnico interino do Flamengo 

Maurício Souza não é o único interino da história do Flamengo; relembre outros nomes 

Associação Uruguaia se recusa a subir oferta e encerra negociação com Marcelo Gallardo 

Quem é Maurício Souza? Conheça o técnico interino que assume o Flamengo após a saída de Renato Gaúcho 

Novo técnico do Flamengo, futuro de Abel encaminhado, sondagem por Gabigol, ‘novela Goulart’ e mais: as últimas do futebol 

Brasileirão: Globo monta esquema para transmitir título do Atlético-MG 

Palmeiras pode perder cinco jogadores para a disputa do Mundial 

Andreas Pereira conversa com torcedores do Flamengo após falha na Libertadores; jogador já definiu futuro

Na mira do Flamengo, Marcelo Gallardo tem comissão técnica “gigante” desde 2012; conheça os nomesTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.