Athletico vence Red Bull Bragantino com gol de Nikão e conquista bicampeonato da Copa Sul-Americana


Athletico consagrou-se campeão da Copa Sul-Americana com gol de Nikão diante do Red Bull Bragantino, dando à equipe paranaense sua segunda taça no torneio

Athletico-PR Athletico Paranaense 1-0 Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
Copa Sul-Americana 2021 - Final

O Athletico-PR conquistou o bicampeonato da Conmebol Sul-Americana neste sábado (20) com vitória por 1 a 0 diante do Red Bull Bragantino com gol de Nikão, que foi às redes no primeiro tempo.

Desde o início da partida o cenário estava definido, com o Athletico-PR se posicionando mais no campo defensivo alternando marcações em bloco médio e intermediário diante de um Red Bull Bragantino apostando mais na troca de passes e definições rápidas.

Na primeira tentativa de contra-ataque, Nikão sofreu falta de Edimar. Aos 10′, foi a vez de Terans aparecer bem e lançar Nikão nas costas da zaga adversária, mas Cleiton defendeu tranquilamente.

Os primeiros minutos ficaram marcados por um jogo de baixa intensidade e poucas chances, mas as chances foram surgindo aos poucos. Aos 19′, Cuello bateu escanteio fechado e Santos espalmou na tentativa do gol olímpico. No rebote do segundo escanteio, Cuello bateu colocado e a bola passou ao lado da trave.

Dois minutos depois, o Athletico também chegou com perigo com David Terans batendo da intermediária na direção do canto do goleiro Cleito, que assustou no susto e evitou o gol. A partir deste momento, os comandados de Alberto Valentim começaram a diminuir os espaços com marcação em bloco alto.

E a busca pelo gol rapidamente deu frutos ao Athletico. Aos 25 minutos, Terans bateu cruzando na finalização e Cleiton espalmou numa grande defesa, mas a bola sobrou para Nikão dentro da área acertar um voleio sensacional, sem chances de defesa, para abrir o placar na decisão.

Por isso, os minutos finais do primeiro tempo ficaram marcados por um Red Bull Bragantino exercendo uma pressão e quase chegando ao gol de empate aos 39′. Em jogada na esquerda, Helinho cruzou e Ytalo cabeceou firme, parando no goleiro Santos, na última chance da etapa inicial.

Athletico segurou Bragantino no segundo tempo

Um dos principais triunfos dos comandados de Alberto Valentim na etapa inicial foi neutralização de Artur, principal jogador do campo ofensivo com a ausência de Lucas Evangelista.

O segundo tempo começou com o Athletico marcando no 4-3-3 e no bloco intermediário, com o Red Bull Bragantino novamente monopolizando as ações com a posse de bola.

No entanto, a primeira chance de perigo foi do Athletico na principal arma da equipe: o contra-ataque. Nikão partiu em velocidade e encontrou Terans livre na área. O uruguaio ajeitou no peito e entregou para Cittadini bater firme, mas a finalização foi para fora.

Rondando o campo de ataque, o Red Bull Bragantino manteve em boa parte do segundo tempo o controle das ações e quase marcou aos 20′. No cruzamento de Edimar rasteiro para a área, Praxedes acionou Artur e o atacante chutou colocado com muito perigo.

O Athletico voltou ao 5-4-1 diante do Bragantino no restante do segundo tempo e conseguiu segurar os comandados de Maurício Barbieri que não conseguiam espaço para finalizar.

Aos 41′, Artur teve sua última chance em cobrança de escanteio e Léo Ortiz cabeceou perto do travessão. E nos acréscimos, o Bragantino teve a maior chance com Leandrinho na área cabeceando para fora após cobrança de escanteio, em que até Cleiton esteve perto. Mas não adiantou e o Athletico levantou a taça da Sul-Americana para mais de 15 mil torcedores.

 

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 1-0 RED BULL BRAGANTINO

Data: 20/11/2021, 17:00
Estádio: Centenário
Árbitro: Andres Matonte (Uruguai)

Gols: 1T 25′ Nikão (Athletico)

Substituições – Athletico: Zé Ivaldo (N.Hernández); Pedro Rocha (Renato Kayzer); Christian (Terans); Fernando Canesin (Erick); Nicolas (Léo Cittadini)

Substituições – Bragantino: Luan Cândido (Edimar); Gabriel Novaes (Praxedes); Alerrandro (Cuello); Leandrinho (Artur); Ytalo (Hurtado)

Athletico Paranaense (3-4-3): Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nicolás Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini, Abner Vinícius; Nikão, Renato Kayzer, David Terans. Técnico: Alberto Valentim

Red Bull Bragantino (5-3-2): Cleíton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz, Edimar; Artur, Jadsom, Tomás Cuello, Helinho; Bruno Praxedes, Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri

 

LEIA TAMBÉM

Atlético de Madrid vence Osasuna com Felipe Augusto, ex-Corinthians

Liverpool goleia Arsenal e assume vice-liderança da Premier League

Juventus vence Lazio no Olímpico e se aproxima dos líderes no Italiano

Arteta e Klopp quase saem na mão no clássico Liverpool x Arsenal; assista

PSG supera expulsão e vence Nantes com gols de Mbappé e Messi

Watford goleia com gol de João Pedro e afunda Manchester United

Borussia Dortmund vence Stuttgart e se aproxima do Bayern na liderança

Chelsea goleia Leicester e mantém liderança da Premier League

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato

Athletico vence Red Bull Bragantino com gol de Nikão e conquista bicampeonato da Copa Sul-AmericanaTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.