Final da Sul-Americana: Comparamos posição por posição Bragantino e Athletico-PR


Grande final será no próximo sábado (20), no Estádio Centenário, em Montevidéu, às 17h

Apesar de terem perdido pelo Campeonato Brasileiro no meio de semana, o foco de Bragantino e Athletico-PR, é na final da Sul-Americana. Assim, sábado, dentro do Estádio Centenário, as duas equipes buscaram a glória de conquistar um título internacional. Além disso, para o Red Bull, está em jogo a primeira validação do ambicioso projeto do clube. Já para o Furacão, vale ser o primeiro time brasileiro a conquistar o bi campeonato da competição.

Com tudo isso, ambas equipes já chegaram no palco do jogo, em Montevidéu. O Bragantino ocupando a 4° na tabela do Brasileirão, enquanto o Athletico, é apenas 13°, mas, além da finalíssima da Sula, o Furacão também disputará o título da Copa do Brasil.

Á partir disso, vamos agora comparar as prováveis escalações de Bragantino e Athletico Paranaense, posição por posição:

Bragantino vs Athletico-PR

Goleiros: Cleiton vs Santos

No campeonato brasileiro, o goleiro do Bragantino disputou 30 partidas. Além disso, ele tem uma média de um gol sofrido por jogo, e não sofreu gols em 10 jogos. Enquanto isso, na Sul-Americana, ele começou todos os 12 jogos do Massa Bruta, ficando cinco sem ser vazado, além de defender dois pênaltis na competição.

Já o goleiro do Furacão, Santos, iniciou 25 jogos no Brasileirão, saindo sem tomar gols em apenas cinco. Entretanto, na Sul-Americana, o desempenho do goleiro é melhor. Ele foi titular nos oito jogos da equipe, e saiu sem sem sofrer gols em cinco desses jogos. Além disso, Santos defendeu o único pênalti batido contra ele na competição.

Laterais direitos: Aderlan vs Marcinho

O jogador do Bragantino é um dos destaques da boa defesa do time na temporada. Pelo brasileiro, Aderlan fez dois gols e deu quatro assistências, além de três desarmes por partida. Na Sul-Americana, o lateral do Braga deu uma assistência, e possui a mesma média de desarmes, tendo iniciado todos os 12 jogos do Massa Bruta na competição.

Enquanto isso, o lateral do Athletico joga como um ala desde a chegada de Valentim. Apesar disso, antes do técnico chegar, ele jogava em sua posição de origem, com isso, ele disputou 26 jogos no Brasileirão, sendo 22 como titular. No torneio, ele fez dois gols e distribuiu cinco assistências, além de uma média de um desarme por jogo. Já na Sula, Marcinho foi titular em cinco dos oito jogos do Furacão, sem ter feito nenhum gol e nenhuma assistência dada.

Zagueiros: Fabricio Bruno e Léo Ortiz vs Thiago Heleno e Pedro Henrique

A dupla de zaga do Bragantino sem dúvidas é uma das melhores do Brasil, inclusive rendendo convocação para Léo Ortiz. O zagueiro que faz dupla com Fabricio Bruno combinam para três assistências no Brasileirão, além de dois desarmes por jogo. Já na Sula, Fabricio têm dois gols e a dupla saiu sem sofrer gol em quatro dos 12 jogos do Massa Bruta.

No lado do Furacão, Pedro Henrique e Thiago Heleno combinam para 24 jogos no campeonato brasileiro, somando dos gols e uma assistência, além de 2 desarmes por jogo. Na Sul-Americana, embora não tenham gols e assistências, eles também somam para dois desarmes.

Laterais esquerdos: Edimar vs Abner

O jogador do Braga fez 20 jogos no campeonato brasileiro. Apesar de não ter feito gol ou dado assistência, sua maior contribuição é defensiva, com 1,5 desarme e uma interceptação por jogo. Na Sula, em 12 jogos, 1,3 desarme e 1,3 interceptação por partida.

Abener é uma das boas revelações do Furacão na temporada. No Brasileirão, em 20 jogos, ele deu três assistências e tem 1,4 desarmes por partida. Na Sul-Americana, em 10 jogos, o lateral fez um gol, além de 2,1 desarmes de média.

Volantes: Eric Ramires e Jadsom vs Erick e Christian

A dupla do Massa Bruta é muito sólida. No Brasileirão, ambos somam para 6 desarmes mais interceptações por partida, e três gols e duas assistências. Na competição internacional, um ótimo desempenho defensivo da dupla, com 4,5 desarmes por jogo, além de um gol e uma assistência de Ramires na competição, em nove jogos.

O Furacão também é sólido na dupla de volantes. Erick e Christian combinam para 4 interceptações e desarmes por jogo no brasileiro, além de dois gols e uma assistência. Na sula, a dupla soma para dois gols e três assistências, além disso, juntando desarmes mais interceptações de bola, ele possuem 3,5.

Pontas: Artur vs Nikão

Não há dúvidas que Artur vive no Bragantino a melhor temporada de sua carreira. No brasileiro, o ponta do Braga têm oito gols e oito assistências em 26 jogos, além de oito grandes chances criadas na competição. Enquanto isso, na Sula, o jogador que foi convocado por Tite, têm sete gols e quatro assistências, em 12 jogos, tendo na médias mais de uma participação direta em gols por jogo no campeonato.

A temporada 2021 é especial para Nikão, já que, de acordo com a imprensa de Curitiba, é o último ano dele no Furacão. Assim, ele pode deixar o clube com dois títulos. No Brasileirão, ele fez três gols e deu cinco assistências. Na Sula, ele é um dos destaques do time, com três gols e quatro assistências, em 11 jogos.

Meias: Praxedes vs Terans

O meia que chegou recentemente do Internacional também cresceu durante a temporada. Assim, em 18 jogos no brasileiro, ele fez três gols e deu duas assistências. Na Sul-Americana, ele jogou apenas seis jogos, mas, deu uma assistência, além de um gol.

David Terans é uma das grandes revelações da temporada. O meio campista uruguaio  disputou 26 jogos no brasileiro, com seis gols e sete assistências, sendo um dos melhores na posição na competição. Na Sula, a média é a mesma, com três gols e quatro assistências, em 12 jogos. Por seu desempenho no Athletico, ele foi convocado para a seleção do Uruguai.

Atacantes: Ytalo vs Kayzer

Assim como Artur, Ytalo também vive sua melhor temporada na carreira. O atacante do Massa Bruta é um dos artilheiros do Brasileirão, com 11 gols, e deu cinco assistências, em 26 jogos. Na Sula, os números são mais modestos, Ytalo soma três gols e deu uma assistência.

Enquanto o centroavante do Bragantino está na sua melhor temporada, Renato Kayzer já esteve em melhor fase. Em 27 jogos no Brasileirão, ele fez seis gols e deu uma assistência. Na Sul-Americana, os números são ainda mais modestos, com apenas dois gols, em 11 jogos.

Fonte: SofaScore

Vale ressaltar que Bragantino e Athletico jogam em formações diferentes. Enquanto com o Alberto Valentim, o Furacão joga no 3-4-3, o Braga vai a campo no 4-3-3. Por conta disso, o zagueiro athleticano Nicolás Hernandez e o ponta do Massa Bruta, Helinho, não tiveram viés de comparação.

Apesar disso, o jogador do Red Bull tem 6 gols e quatro assistências somando Brasileirão e Sula, em 38 jogos. Já o defensor recém-chegado no Furacão, tem apenas sete jogos no campeonato nacional, e não disputou a Sula pelo Athletico. Assim, para a final da Sul-Americana, a expectativa é que Zé Ivaldo seja o titular.

LEIA MAIS

Final da Sul-Americana: Comparamos posição por posição Bragantino e Athletico-PRTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.