Como funciona a repescagem das Eliminatórias Europeias para a Copa


A repescagem das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2022 foi definida nesta terça-feira, 16, com direito a grandes seleções ameaçadas de não ir ao Catar. Os integrantes mais surpreendentes são os últimos campeões europeus, a Itália, que tropeçou na Irlanda do Norte e Portugal, que foi frustrado pela Sérvia. A competição é realizada em formato diferente do restante dos continentes e com um novo e mais complicado sistema de playoff, que será realizado em março do ano que vem.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Com muitas federações (55) para poucas vagas (13), a Uefa dividiu seus concorrentes da primeira fase em cinco grupos de cinco e cinco grupos de seis. O regulamento previa que, dentro das chaves, todas as seleções se enfrentassem em turno e returno e apenas o campeão do grupo se classificasse diretamente para o Mundial. Os dez segundo colocados jogam uma repescagem com dois campeões de chave da Nations League que não estejam classificados via Eliminatórias.

Com o fechamento da rodada desta terça, que classificou a Holanda para a Copa, todos os participantes da repescagem foram definidos. São eles: Portugal, Escócia, Itália, Rússia, Suécia, País de Gales, Turquia, Polônia, Macedônia do Norte, Ucrânia, Áustria e República Checa. 

Continua após a publicidade

A repescagem, que costuma ser repleta de drama e tensão, terá um novo formato: dividida por sorteio, a ser realizado no próximo dia 26, em três grupos de quatro equipes, com “play-offs” (semifinais e finais) em jogos únicos. Ou seja, para estar na Copa do Catar, os participantes terão de vencer os dois jogos que disputarem.

Por terem feito campanhas melhores, Portugal, Escócia, Itália, Rússia, Suécia e País de Gales são cabeças-de-chave (portanto, não podem se enfrentar no primeiro jogo) e farão a sua semifinal em casa, enquanto Turquia, Polônia, Macedônia do Norte, Ucrânia, Áustria e República Checa serão vistantes. Os cruzamentos e mandantes das finais serão definidos no sorteio.

Itália ficou fora da Copa de 2018 e corre risco novamenteClaudio Villa/Getty Images

 

 

 

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.